7 de jul de 2011

Trechos de Supergods, livro de Grant Morrison que disseca a mitologia dos Super-Heróis


Superdeuses: O que vigilantes mascarados, mutantes miraculosos, e um Deus-Sol de Pequenópolis podem nos ensinar sobre ser Humano (Supergods: What Masked Vigilantes, Miraculous Mutants, and a Sun God from Smallville Can Teach Us About Being Human) é, em tradução livre, o título do livro que Grant Morrison lança no dia 19 de julho, pela editora Spiegel & Grau.

O vindouro livro é uma mistura épica de relatos biográficos do autor e uma análise da "mitologia" dos super-heróis ao longo de sete décadas. O Caixa de Gibis e seus esplêndidos colaboradores, está traduzindo uma longa entrevista concedida por Morrison onde ele detalhou cada aspecto da obra, falou um monte de bobagem e revelou por que tanto ama os musculosos de colante. Por enquanto, ficamos com alguns trechos do livro que revelam o nível das curiosidades que vem por ai, via the morton report.

(Se você quiser colaborar com a tradução da entrevista entre em contato conosco pelo Facebook!)

Grant Morrison em Supergods:

"Após terminar Asilo Arkham, o primeiro choque veio quando me disseram que o gibi não seria mais lançado. Ansioso por incluir influências de (estética) Cabaré e do Teatro da Crueldade, o Coringa deveria vestir um espartilho cônico semelhante ao utilizado por Madonna em seu clipe "Open Your Heart". Mas a Warner Bros. se opôs a a minha ideia, alegando que isso iria difundir a crença de que Jack Nicholson, cotado para interpretar o Coringa no próximo filme de Batman, com orçamento de U$ 40 milhões, era um travesti."

................................................................................................................................

"Depois de alguns dias bêbado em Thamel (Katmandu), nos arrastamos de volta para nosso quarto no Vajra hotel. Eu olhei por cima do meu notebook e vi o templo se metamorfosear como um Transformer para algum tipo de figura leonina com tubos de escape e condutores espirituais tubulares. Corri escadas abaixo com o impacto de um abalo sísmico na consciência. Eu não poderia atribuir isso somente ao efeito do pequeno pedaço de haxixe que tinha ingerido. "

................................................................................................................................

"Na verdade há apenas uma pergunta que todos querem fazer quando se fala em Superman. se ele é mesmo tão superfodão, por que ele usa a cueca por cima das calças? A explicação me veio a mente quando encontrei fotografias de homens musculosos que eram atrações de circos dos anos 1930.

Temos a levemente incômoda combinação de cinto-cueca, usada por homens com bigodes de guidão, halteres de musculação em seus punhos fortes, olhando furiosamente para a câmera. Cueca sobre calças significavam força e resistência extramasculina em 1938. A capa (do Superman), a bota, cintos, a roupa colante de atração de show, todas vieram do modelo das roupas de circo. "

................................................................................................................................

"Eu fiquei acordado até tarde para induzir delírio. As quatro e meia da manhã, depois de 50 horas escrevendo sem dormir, peguei meus diários de sonhos e as mais assustadoras memórias da infância e joguei no enredo. No final, eu entreguei o que me pareceu ser uma História em Quadrinho do mais alto nível. Eu sabia que isso era possível e mostrei que as histórias de super-heróis sérias nem sempre tem de ser realistas. "


...

Seja o primeiro a comentar:

Postar um comentário

Deixe a sua opinião, sem ofensas, por favor.

  ©Caixa de Gibis - Todos os direitos reservados.

Sobe