13 de jul de 2011

Trailer de Stitched, primeiro filme de Garth Ennis


Você esta por ai caçando o trailer do Batman The Dark Knight Rises, um filme que só vai estreiar daqui a um ano. Eles vão te encher a mente com imagens até garantirem mais um bilhão e provavelmente você não sabe mais o que é cinema. Você só pensa em trailers e fotos de campanhas de marketing, não sabe mais o que é um filme completo. E eu não to nem ai. Dane-se o Batman e sua campanha milionária de um ano.

Saiu o trailer de um lançamento talvez bem mais interessante, o do primeiro filme de Garth Ennis como diretor, o curta-metragem Stitched. O que vemos é uma tosqueira geral, soldados americanos ameaçados por umas criaturas sobrenaturais toscas e esfarrapadas no meio do deserto. É de morrer de rir. Muito melhor que milhões gastos em publicidade.

Veja ai embaixo:



E Garth Ennis deu mais algumas declarações sobre o filme:

De onde veio a ideia? O que o impulsionou a contar a história de STITCHED?

Stitched teve início como pouco mais do que uma série de imagens, na verdade, três pequenas figuras tropeçando por uma paisagem árida, pessoas exaustas lutando para sobreviver contra as contigências, sangue nas rochas das montanhas e um monte de frenéticos combates corpo a corpo.

Percebi de imediato que ia ser uma história de guerra, primeiramente, pensei no conceito de uma história contemporânea, com algum grau de relevância para o estado atual do mundo. Eu sabia que teria um elenco pequeno, que os nossos heróis estariam ferrados e teriam que se virar sozinhos. Foi esse, basicamente, o desenvolvimento inicial.

Os personagens de STITCHED são soldados servindo no Afeganistão. Como escritor conhecido pelas suas histórias de guerra, o que o faz ser fascinado por combates militares?

Eu acho que eles contém um nível dramático que vai além da fantasia. O conhecimento que as pessoas tiraram e continuam a tirar dessas coisas dá as histórias de guerra uma intensidade que eu acho que não pode ser igualada. Estamos falando aqui sobre o limite mais extremo da experiência humana, a fronteira muitas vezes literal entre a vida e a morte.


O filme é bancado com a grana de William Christensen, dono da editora que Ennis fez a sua casa nos últimos anos, a Avatar Press, com produção da Mischief Maker Studios. A estreia está marcada para 21 de julho, no San Diego Comic Con.

No elenco teremos Tank Jones, Lauren Alonzo e Kate Kugler e na produção teremos Brian Pulido (criador de Lady Death), Francisca Pulido e Ed Polgardy. Adam Goldfine será o Diretor de fotografia.


...

Seja o primeiro a comentar:

Postar um comentário

Deixe a sua opinião, sem ofensas, por favor.

  ©Caixa de Gibis - Todos os direitos reservados.

Sobe