18 de mai de 2011

Keanu Reeves Sai fora de Akira! Ainda bem!


Keanu Reeves é o cara mais sem expressão de Hollywood, falando sério, ele parece um poste em todos os seus filmes, sempre a mesma cara, a mesma interpretação. Por isso fiquei feliz em saber que ele deu o fora da adaptação de Akira. Ele estava sendo cotado para interpretar Kaneda na versão mixuruca que os americanos pretendem fazer do clássico mangá de Katsuhiro Otomo, mas não quis o papel.

É uma ótima notícia, sem Keanu Reeves, o projeto fica mais díficil ainda de ser realizado. E ao que parece, ninguém quer estrelar esse filme: já recusaram papéis os atores James Franco, Ryan Gosling e Brad Pitt, ninguém quer saber de ficar correndo atrás de crianças paranormais superpoderosas na "neomanhattan" que eles querem construir pra substituir a Neotóquio do mangá.

Especula-se que projeto já ta quase na gaveta, a Warner teria chutado a bunda de quase todo mundo que tava trabalhando na pré-visualização, o que pode significar que eles vão desistir da ideia, ou engavetar.

Eles negaram, lógico, disseram que a produção não foi interrompida, mas que ainda está nos primórdios, ainda em fase de sondagem. Mas o fato é que Akira seria um projeto caro, o orçamento chegou a ser calculado em 230 milhões de doletas (nem os tesoureiros do PT conseguiriam um dinheiro desses a fundo perdido)! O gibi não tem tanto background assim junto ao público, por isso eles optaram por destruir completamente a história e chamar galãs de Hollywood, chegaram até a cogitar Robert Pattinson, Andrew Garfield e Justin Timberlake! Mas não tá dando certo, ainda bem.

Se o filme rolar vai ser dirigido pelos gêmeos Allen e Albert Hughes, que fizeram Do Inferno. Torço pra que isso nunca aconteça, por que sei que Hollywood vai estragar o único mangá/anime que presta.


Via JoBlo



...

1 Comentário:

Carla disse...

único mangá que presta? Pra alguém que fala isso, Keanu Reeves tá é bom demais..

Postar um comentário

Deixe a sua opinião, sem ofensas, por favor.

  ©Caixa de Gibis - Todos os direitos reservados.

Sobe